5 passos para pintar seu móvel de madeira

“Não tá bom, melhora”, canta Lenine na música Do it. Assim como na música do cantor recifense, repaginar seu móvel de madeira pode ser a solução.

Se a peça é de madeira, vale a pena pensar em uma pintura nova. Os objetos com este acabamento estão cada vez mais valorizados e, muitas vezes, trazem uma história, por isso as pessoas preferem dar um novo visual ao móvel e continuar com ele fazendo parte da sua casa.

E se não for para repaginar, mas sim para definir o acabamento de um móvel de madeira novo? A pintura também pode ser considerada como uma das possibilidades.

Além de personalizar o objeto, ou seja, dar aquela cara exclusiva ao móvel, a pintura também contribui para a protegê-lo contra umidade, poeira, fungos e ação do sol.

É importante lembrar que, antes de qualquer procedimento, você deve se paramentar com os equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários. A utilização de luvas e máscaras é indicada tanto para a etapa de lixamento quanto na aplicação da tinta, pois previne a aspiração do pó e de compostos químicos provenientes desses processos.

Acompanhe a seguir um passo a passo com dicas infalíveis para que o seu acabamento tenha um bom resultado:

1 – Preparação do ambiente

Procure um ambiente arejado para execução desse tipo de trabalho. Proteja o chão e as paredes – para isso, podem ser usados jornais, panos velhos ou pedaços de papelão.

2 – Escolha dos equipamentos e materiais

A primeira etapa será o lixamento e você precisará escolher as lixas adequadas ou uma lixadeira elétrica. Invista também em um fundo preparador para a madeira. Escolha entre os dois tipos básicos: à base de solvente ou à base de água. O tipo da base deve ser o mesmo da tinta escolhida.

Se a peça tiver imperfeições, você deverá comprar também uma massa para madeira. E, por fim, escolha a tinta, os pincéis, a pistola e o rolo de espuma ou lã. A recomendação, para a madeira, é por tinta esmalte.

 3 – Preparação do móvel

Para dar início ao processo, remova acessórios como puxadores, alças e pregos ou parafusos. Depois, faça uma limpeza na peça e lixe a madeira – você pode usar uma lixa de grão médio ou uma lixadeira elétrica. Todas as partes do móvel devem ser lixadas de maneira uniforme.

Especialistas sugerem que, depois disso, o móvel seja lixado novamente com uma lixa fina, para remoção completa de todo tipo de revestimento. Limpe mais uma vez o móvel. Esse procedimento contribuirá para a melhor adesão da tinta.

4- Aplicação da tinta

Aplique, inicialmente, um primer, e espere secar. Para a pintura, a indicação é que, em áreas maiores, você deve utilizar uma pistola de pintura ou um rolo de espuma ou lã (rolo de lã é recomendado para tintas à base de água, rolo de espuma para tintas à base de solvente).

Para os detalhes e cantos, você deve utilizar um pincel menor. No caso de mais de uma demão, espere secar e utilize uma lixa fina (220) antes da próxima aplicação. Consulte o rótulo do produto para descobrir os tempos de secagem e a diluição necessária.

Para os iniciantes, uma dica bacana é optar pela tinta em spray. Nesse caso, cubra as partes que não devem ser pintadas.

5- Finalização

Se você retirou acessórios, limpe-os e coloque-os novamente no móvel. No caso de peças muito desgastadas, compre novas opções, que podem ser encontradas até mesmo em lojas de antiguidades.

Prontinho! Novo móvel, novas possibilidades de decoração e mais motivação para preservar o móvel que você tem ou começar do zero com um projeto totalmente novo pra fazer da sua casa um ambiente ainda mais personalizado!

Postagens recentes

Deixe um comentário